Bicho Mudo Viro Bicho é o nome do livro que junta 16 poetas residentes de norte a sul do país. O livro é uma iniciativa do Poemacto – um evento de poesia, que se tornou  “uma desconstrução do âmago” no dia 17 de fevereiro de 2020. Solange Pacífico, a poeta por detrás do Poemacto, juntou quinze artistas no final do ano de 2020 para criar um grito que se pudesse ler e reler, tornando-se numa peça intemporal.

“Bicho Mudo Viro Bicho” e o seu conteúdo poético limita-se à pequena - e ao mesmo tempo infinda - janela entre 2020 e 2021. Talvez se torne, ainda assim, intemporal: pela sua natureza sentimental face às adversidades físicas e psicológicas sentidas por cada um dos poetas durante um dos períodos mais solitários que a humanidade - pelo menos, a nossa - já experienciou.

Foi por tudo isto, de ser bicho, se tratar de emoções que pedimos ao maravilhoso Ivo Canelas para nos escrever o prefácio deste livro. Inspirados pela sua capacidade de gerar empatia e sensibilidade nas suas criações onde, mesmo a solo, nos faz sentir acompanhados. De forma bela e generosa aceitou acompanhar-nos. 

 

Virámos mudos e virámos bichos mas é unidos que apresentamos este livro - como um grito, um movimento urgente pela luta do fim da precariedade da poesia e cultura em Portugal. Pelo fim da precariedade emocional. Por um mundo onde vulnerável é sinónimo de coragem. Poesia tornada acção.

 

Poemacto!

TÍTULO Bicho Mudo Viro Bicho 

AUTOR Colectivo

Solange Pacífico, Anomalias, Dela Mantra, Patrícia Nogueira, Luís Perdigão, Maria Caetano Vilalobos, Gabriela Abreu, Andreia Mateus, Martim Santos / Lágrima, Mariana Santos, Acílio Gala, Ana Claúdia Santos, Juliana Jardim, Isaac Jaló, Ricardo Reis, Tápê

PREFÁCIO Ivo Canelas

CAPA Solange Pacífico

ILUSTRAÇÕES Solange Pacífico, Juliana Jardim, Maria Vilalobos, Sara Almeida
PAGINAÇÃO Solange Pacífico
REVISÃO Martim Santos/Lágrima

ISBN 978-989-33-2384-7

DIMENSÕES 14,8x21 cm
Nº Páginas 82
ENCADERNAÇÃO Capa mole